Apresentação:

O Núcleo de Educação Inclusiva e Acessibilidade – propõe consolidar a “Educação Inclusiva” tal como o preconizado a nível internacional pela convenção da ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS – ONU, denominada de CONVENÇÃO INTERNACIONAL SOBRE OS DIREITOS DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA (ratificado no Brasil pelo Decreto nº. 6.949, de 25 de agosto de 2009). A Missão do NEI é fazer da Faculdade Novo Horizonte – FNH uma instituição
de ensino de referência na prestação de serviços educacionais inclusivos, destacando-se no atendimento aos alunos com necessidades educacionais especiais.

Objetivos:

O NEI tem por finalidade implantar as políticas institucionais quanto ao acesso e permanência do estudante com necessidade especial e tem o compromisso de assegurar a estes as condições plenas de participação e aprendizagem, considerando sempre aspectos legais, as orientações pedagógicas e que a igualdade de oportunidades deve ser vista como o processo mediante o qual o sistema educacional torna-se acessível a todos, podendo se dizer que não existem “deficientes”, mas “deficiências”, e que não existem “pessoas deficientes”, mas pessoas que são objeto de discriminação e preconceitos por parte daqueles que relutam em lhes negar a condição de Seres Humanos.

Nosso objetivo além da formação é de que em até 10 anos possamos transformar nossa instituição numa faculdade bilíngue e atenda plenamente a necessidade das pessoas com algum tipo de deficiência auditiva, além de atender plenamente de forma inclusiva nesse período, as pessoas portadoras de alguma deficiência visual.

O NEI busca desenvolver de forma continua cursos de extensão e aperfeiçoamento em LIBRAS; TIFLOLOGIA; AEE; INFORMÁTICA INCLUSIVA; TEATRO.

Os cursos do NEI já vêm sendo desenvolvido pela mantenedora (INESP) para as áreas de LIBRAS; TIFLOLOGIA; AEE e TEATRO.

Ações:

Baseado no Manual de Orientação e Apoio às Pessoas com Deficiência, realizamos diversas ações que asseguram acessibilidade às diversas necessidades das pessoas com e sem deficiência:

– Desenvolver cursos de extensão para a formação de profissionais da instituição, alunos e a comunidade em geral; – Quebra de barreiras arquitetônicas, pedagógicas, mobiliárias e atitudinais;

– Assegurar AEE para os estudantes com necessidades especiais;

– Criação de ações visando à inclusão;

– Promoção de eventos para sensibilização para práticas inclusivas (A Voz e a Vez /Cine Horizonte);

– Divulgação dos pressupostos legais e teóricos da inclusão;

– Estimular a prática da extensão, desenvolvendo atividades que atendam a comunidade acadêmica e a comunidade em geral;

– Desenvolver pesquisa com a finalidade de aprimorar as técnicas e as possibilidades de inclusão plena

– Desenvolver programas para atendimento as pessoas com superdotação ou altas habilidades;

– Desenvolver atividades que contemplem o atendimento as pessoas com TEA – Transtorno do Espectro do Autismo.